Lucas

"Nasci em São Paulo na década de 80 na época que a gente ouvia fita K7 e lembro até hoje da primeira vez que ví uma guitarra na vida, tinha uns 7 anos e aquilo pra mim pareceu algo de outro mundo, os botões, a chave, os captadores foi paixão a primeira vista. A música tinha me tocado e eu tinha encontrado o meu melhor amigo pra vida. A partir dali a minha vida nunca mais seria a mesma.

Provavelmente nessa mesma época comecei a aprender os primeiros acordes no  violão antigo que tinha em casa, e logo me interessei pela bateria então com 12 anos comecei a aprender a tocar bateria também. Já com 13 anos fiz o que era pra mim a maior conquista da vida (até ali) que foi tocar e gravar com uma galera mais velha do bairro. Dali em diante eu só pensava em fazer música e comecei a tocar na noite em São Paulo. Da bateria passei para a guitarra e nessa época me interessei por produção musical então minha meta passou a ser gravar musicas autorais.

 

De lá pra cá foram muitas bandas, muitos shows, aulas, gravações de todos os tipos e isso foi me moldando pra chegar até aqui, ao longo da estrada foram muitos altos e baixos e depois de muito estudo e investimento em novos e equipamentos e tecnologias chegamos no ponto certo e na musica que nos da mais orgulho. Posso dizer sem medo que a musica salvou minha vida e sem ela eu não seria nada. O ser humano não sobrevive sem musica.

Muita coisa boa já aconteceu nesse tempo e também não foi fácil conseguir chegar até aqui pra poder contar isso pra vocês, mas “nada nessa vida é tão fácil…” certo? Obrigado a tudo e a todos, estou muito feliz e me sinto realizando um sonho que quero compartilhar e curtir muito com vocês. BORA PRO ROCK!

 

 Valeu pela força."

Lucas Pacini

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Plinio

"Chegar aqui é muito estranho"

 

Por mais que leia este texto após ter ouvido nossos sons,  passeado no site,  cheretado nosso insta pessoal, e acabe achado tudo uma coisa muito legal, eu me olho no espelho e sinto que tudo parece um sonho. 

Esse projeto é com certeza o projeto que mais me empenhei na vida, e "oia" que fiz coisa hein?!?!

 

Toco desde os 10 anos, venho de uma origem humilde e me considero um vencedor por conseguir alcançar você pelo meu som, meu sonho. 

Quando criança só pensava musicalmente em acertar as paradas,  errar menos na bateria kkk, hoje continuo pensando nisso kkk mas a "responsa" é gigante, antes só queria impressionar a namorada e os colegas de escola, hoje quero registrar minha marca no mundo, e que seja pra sempre. 

 

Estudei,  estudo e sempre estarei correndo atrás de fazer o melhor pra entregar algo que pareça menos do mesmo, e te atraia à querer ouvir mais e mais do O Toque. 

 

Ah... Só pra constar... quando comecei a tocar ouvia umas coisas pesadas que me fizeram pensar em sons mais "fortes" ( adoro eu quero ver o oco kkk ) comecei tocando hardcore gospel,  depois fiquei fazendo freelas; Passei a maior parte da vida tocando sons que me pagavam para tocar. Por isso O Toque é A BANDA.  Dou aulas de bateria à 22 anos e sou fundador do Instituto de Música Plinio Drums ( Impd Música), gravei muito e já toquei com um montão de gente legal ( depois te detalho rsrsrs ). Tenho um carinha lá em casa que já toca batera melhor que eu, conhece tudo da banda ... Te amo filhote... E é isso!

 

Valeuzasso família, amigos e vc... 

 

" Plinio Drums " 

  • Facebook
  • Instagram